As reencarnações de Molly

Em 1984, William Gibson publicava seu novo romance Neuromancer, marcando para sempre o subgênero de ficção científica que surgia regado a muito psicoativo e que viria a ser conhecido como Cyberpunk. Foi neste mesmo romance que surgiu uma das personagens femininas mais cativantes do cyberpunk: Molly, a deliciosa street samurai de unhas/lâminas bordô retráteis e implantes de lentes de aspecto prateado para os olhos. (mais…)