As reencarnações de Molly

Em 1984, William Gibson publicava seu novo romance Neuromancer, marcando para sempre o subgênero de ficção científica que surgia regado a muito psicoativo e que viria a ser conhecido como Cyberpunk. Foi neste mesmo romance que surgiu uma das personagens femininas mais cativantes do cyberpunk: Molly, a deliciosa street samurai de unhas/lâminas bordô retráteis e implantes de lentes de aspecto prateado para os olhos. Desde então, a cena Cyberpunk ficou marcada com referências a assassina de aluguel nas mais diversas obras.

A semelhança, além de visual, se dá nos aspectos psicológicos da personagem, visível de forma fragmentada e distribuída em todas as suas “reencarnações”.

Trinity, Matrix
Trinity, Matrix
Motoko Kusanagi, Ghost in The Shell
Motoko Kusanagi, Ghost in The Shell
Aeon Flux, da série Aeon Flux
Aeon Flux, da série Aeon Flux
Re-L Mayer, Ergo Proxy.
Re-L Mayer, Ergo Proxy.
Faith Connors - Mirrors Edge
Faith Connors – Mirrors Edge
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s